Artesi-branco.png

.

MASTERING

Andy Costa é Andrés Artesi

O QUE FAZEMOS?

Cuidamos da qualidade do processo musical e artístico, a partir da escuta integral da música e do músico.

 

NOSSOS SERVIÇOS

MIXAGEM

MASTERIZAÇÃO

DESENVOLVIMENTO

ARTÍSTICO

Processo pela qual várias fontes sonoras são combinadas em estéreo ou mais canais. As fontes podem ter sido gravadas em estúdio ou ao vivo e podem ser instrumentos, vozes, seções de orquestra, bem como palmas da plateia, etc.

É um trabalho artístico. Processo final do equilíbrio tonal, espacial (estéreo) e dinâmico, ressaltando detalhes musicais de uma música ou filme e harmonizando a passagem de uma música a outra de um álbum.

Processo de escuta e acompanhamento das necessidades do músico, a fim de apoiá-lo na implementação da mudança almejada, em termos de evolução artística e pessoal, por meio da mobilização de seus recursos internos

ANDY COSTA É

ANDRÉS ARTESI

Em uma tarde em Buenos Aires, Yolanda tocava Waltz Opus 69 (de F. Chopin), no piano de cauda da casa, quando ouviu alguém na rua assobiando e improvisando a mesma valsa. Curiosa, foi ao jardim ver quem fazia o duo com ela... Era Albo, um jovem amante de música clássica e violino. Casaram-se, tiveram Elena e depois eu nasci.
 

Fui uma criança alegre, apaixonada por música e instrumentos! Aos 15 anos, montei a banda de rock progressivo Lalachos e fui, daí em diante, chamado de ANDY COSTA (lê-se Ãndi, com “d’ di Recife), "Endi", na pronúncia brasileira... :)
 

Em paralelo ao trabalho de técnico em eletrônica, toquei nas bandas Astrolábio, também de rock progressivo, e Núcleo, de jazz rock.

DESENVOLVIMENTO

ARTÍSTICO

Processo de escuta e acompanhamento das necessidades do músico, a fim de apoiá-lo na realização da mudança almejada, em termos de evolução artística e pessoal, por meio da mobilização de seus recursos internos.

Sócia-fundadora

Mesmo como baterista nas bandas em que toquei na Argentina, eu fui assumindo a parte técnica (gravação, amplificação...). Em São Paulo, comecei fazendo PA para shows. Em Brasília, trabalhei na Amplisom e na Gravasom, período em que fiz os shows de Oswaldo Montenegro, Hermeto Pascoal, Beth Carvalho, Alcione e também de artistas locais como Mel da Terra. Entre 82 e 84, trabalhei, em Los Angeles (EUA), fazendo gravações de música clássica.

De volta à Brasília, fundei então o ZEN STUDIOS, em 1985. Produzi e gravei músicos e cantores como Cássia Eller, Zélia Duncan (Zélia Cristina à época), Milton Nascimento, Oswaldo Montenegro, Elba Ramalho, Flávio Venturini, Rosa Passos, Beto Guedes, Stanley Clarke, Caetano Veloso, Léo Gandelman, João Donato... Em 1995, eu e Stheel Nogueira abrimos a ZEN RECORDS e lançamos Nativus, Dark Avenger, Georgia Brown, Gretchen, Gilson Peranzzetta, entre outros.

Clave.png

Andrés Artesi

Sarah Nascimento

WhatsApp Image 2020-10-02 at 12.55.17.jp
WhatsApp Image 2020-10-22 at 17.50.08.jp

Aos 23 anos, vim ao Brasil com os integrantes da Núcleo e minha irmã Elena. Todos retornaram para a Argentina semanas depois e eu nunca mais voltei.  
 

Atuo no mercado musical e fonográfico brasileiro, desde 1979, em São Paulo. Em 1985, inaugurei Zen Studios, que mantive até 2015. 
 
De 2006 pra cá, apaixonei-me pelo estudo do violoncelo e adotei  o nome original, ANDRÉS, como nome de trabalho, porém, com outro nome da família - ARTESI. Desse momento de reinvenção de vida ainda em curso, nasce em 2020, a Artesi Mastering, com foco no serviço online.

WhatsApp Image 2020-09-15 at 23.40.27.jp
WhatsApp Image 2020-09-14 at 12.53.31.jp
WhatsApp Image 2020-09-15 at 23.40.27 (2
WhatsApp Image 2020-10-22 at 17.55.10.jp

A TRAJETÓRIA

 
 
WhatsApp Image 2020-09-24 at 18.25.36.jp

NOSSOS EQUIPAMENTOS

 TRABALHOS

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

 

ENTRE EM CONTATO

Pelo nosso WhatsApp

ou preencha o formulário abaixo

Obrigado pelo envio!